Artes Visuais, Artigos e Notícias, Artigos Publicados, Artigos: Arte e Terapia, Jornal O Serrano

194 Anos Com Carinha De 100

Henrique Vieira Filho posa com várias de suas pinturas inspiradas por Serra Negra 
Henrique Vieira Filho posa com várias de suas pinturas inspiradas por Serra Negra

Artigo publicado resumido no Jornal O Serrano, Nº 6323, de 23/09/2022

Desde 2019, troquei uma senhora de quase 470 anos, por uma “novinha” de 194 aninhos. 

São Paulo foi o primeiro amor, mas, confesso, já “pulava a cerca” com Serra Negra, onde passei momentos felizes da infância, o primeiro beijo na adolescência e a primeira lua-de-mel, já adulto.

O encantamento vem desde que era a “cidade da saúde”, com a mescla perfeita entre natureza e arquitetura histórica, hotéis charmosos, atendimento afetuoso, vista deslumbrante e as águas miraculosas.

Mesmo quando o município entrou na adolescência e enveredou no consumismo típico desta fase, rebelando-se com o passado, vestindo novas arquiteturas e se anunciando como “shopping a céu aberto”, ainda assim, a paixão continuou. Tanto é que fiz e ainda faço muitas compras!

Antes focada na paz e tranquilidade, tatuou-se como aventureira e eu, da minha varanda, admiro ao longe, Serra Negra em voo livre, a se lançar do alto de suas montanhas.

Toda moderninha, a cidade andou bailando rock ao som de Rita Lee e Tim Maia (“covers”), mas, vira e mexe a saudade batia e voltava a se encantar com violas caipiras e bandas líricas.

Assim como seu balé, que ora é clássico, ora moderno, ora típico árabe, ora italiano, nossa jovem cidade é uma apaixonante metamorfose ambulante.

Oscila de sofisticada, com seus cafés especiais, queijos, vinhos, destilados e cervejas artesanais, até o brega assumido, com releituras de monumentos de suas irmãs, Rio e Trevi.

Vai de arte primitivista, que levou Cid, de Serra Negra, para o mundo e deste, a cidade acolhe a mim e à minha pintura surrealista.

Aniversariante de hoje, o município, como bom libriano, balança entre opostos, em busca de equilíbrio e de ser justo com tudo e todos, missão difícil e nobre que merece nossa participação.

Parabéns, Serra Negra, terra que escolhi para viver, sentir e amar!Cid Serra Negra Revisitado - Henrique Vieira Filho homenageia o pintor serrano com esta releitura de suas obras
Homenagem A Serra Negra – Releitura sobre a obra de Cid Serra Negra – Arte: Henrique Vieira Filho

  • Artigos
Henrique Vieira Filho Administrator

Henrique Vieira Filho é artista plástico, agente cultural (SNIIC: AG-207516), produtor cultural no Ponto de Cultura “Sociedade Das Artes” (SNIIC: SP-21915), diretor de arte, produtor audiovisual (ANCINE: 49361), escritor, jornalista (MTB 080467/SP), educador físico (CREF 040237-P/SP), terapeuta holístico (CRT 21001), professor de artes visuais e sociologia, pós-graduado em psicanálise e em perícia técnica sobre artes.

http://lattes.cnpq.br/2146716426132854

https://orcid.org/0000-0002-6719-2559

follow me

Deixe um comentário