Destaques de Henrique Vieira Filho

Menu

A Monalisa E O Movimento Slow Art

27/03/2018 - Artigos: Arte e Terapia, Exposições
A Monalisa E O Movimento Slow Art
A Monalisa E O Movimento Slow Art
Rate this post

A Monalisa E O Movimento Slow Art

A Arte de Apreciar a Arte

Minha experiência junto ao Louvre gerou a convicção de apoiar o Movimento Slow Art, que resgata o prazer, conforto e proporciona experiências especiais e únicas na apreciação da Arte, em museus, galerias e exposições.

Caminhava maravilhado pelos corredores do museu, demorava em cada obra o tempo que o coração determinasse, sem pressa alguma, fotografando ao me despedir de cada tela…

Tudo ia muito bem até que… a Monalisa me chamou! Uma placa indicativa apontava a direção e a segui…

Aí começou o martírio, situação que lamento ver repetir em boa parte dos vernissages atuais: ouço passadas rápidas e ruidosas… centenas!

Humor - Ver a Monalisa no Louvre é uma experiência traumatizante

Humor – Ver a Monalisa no Louvre é uma experiência traumatizante.
Gif animada parodia o excesso de turistas circulando na sala da Gioconda

Exagero em dizer que o chão tremia perante algo que parecia ser uma avalanche descendo a montanha: estourou uma manada de pessoas anti-slow-art!

Tal qual Indiana Jones, tento manter-me à frente da imensa bola humana que rolava impiedosa pelo antes sereno ambiente.

Em vão: o tsunami humano me arrastou e eis que me vejo perante Vossa Majestade, a Gioconda!

Ingênuo, tentei apreciar… Contudo, cotoveladas, pisões e esbarrões são péssimos aliados. Um infindável revezamento de pessoas, uma após outra, parando por alguns segundos para uma “selfie” com a celebridade mais popular do Louvre.

Evoquei todos os poderes dos monges tibetanos para me isolar do mundo e focar na mais conhecida obra de Da Vinci…

Ops, superpoder errado! Precisaria emprestar do Superman sua visão telescópica e de raio-X, tamanha era a distância somada a um vidro de proteção que nem sequer é antirreflexo!!

O reflexo no vidro era tamanho, que enxergava nele mais a tela que estava na parede ao lado (suponho que seja a obra ”The Fainting of Esther”, de Paolo Veronese…), do que a própria Monalisa!

Henrique Vieira Filho nos mostra o efeito visual prejudicial do vidro de proteção da Gioconda, de Leonardo Da Vinci

Henrique Vieira Filho nos mostra o efeito visual prejudicial do vidro de proteção da Gioconda, de Leonardo Da Vinci

Bem mais agradável foi a experiência que despertou o artivismo em Phil Terry, a qual mudou radicalmente sua apreciação das Artes, após ter experimentado dedicar vários minutos a cada obra, no Museu Judaico, em 2008.

Antes acostumado a tão somente passear pelas obras, ampliou exponencialmente o prazer e a percepção de belezas e detalhes nas telas, a tal ponto que tornou-se patrono do Slow Art Day.

A cada ano, geralmente no dia 08 de abril (em 2018, optaram pelo dia 14…) as galerias participantes em todo o mundo estimulam aos visitantes que selecionem algumas de suas obras e as apreciem por 5 a 10 minutos cada, tendo a oportunidade, a seguir, de trocar experiências com os demais participantes, sob mediação de um curador ou artista.

No Brasil, a Galeria HVF Artes e Sociedade Das Artes, são os representantes oficiais do movimento, e mais do que tão somente um dia, uma semana inteira estará à disposição: Slow Art Week Brazil – de 08 a 14/04/2018

Além de ter acesso à Exposição em si, cada participante seleciona a tela que mais lhe atrai e esta obra será disponibilizada bem à sua frente, podendo observar com conforto e tempo.

Considerando que, além de Artista Plástico, também sou Psicanalista Junguiano, faço questão de intermediar a experiência e a troca de ideias e, dependendo da desenvoltura de cada grupo, posso até propor uma Art Experience, onde VOCÊ se transforma em ARTE!

A seguir, alguns exemplos de que, ao invés de tão somente passearem em frente à Monalisa, investiram em experienciar a ARTE e se transmutaram em suas próprias versões da Gioconda!

Clique Aqui para assistir ao vídeo com as etapas criativas!

Sério Giocondas - Telas de Henrique Vieira Filho

O processo criativo das telas do nosso Artista Henrique Vieira Filho envolve modelos reais, pintura corporal, cenografia e teatro na incorporação das personagens.
Após esta etapa inicial, se somam muitos dias de pintura digital e criação, até o resultado desejado.
Esta imagem sintetiza uma sessão de fotos, uma pintura e o trabalho finalizado, com as telas “Gioconda Africana” e “Gioconda Egípcia”, em exposição na Galeria Hvfartes

 

08apr(apr 8)10:0014(apr 14)17:00Slow Art Week BrazilDesacelere, Aprecie e Vivencie A Arte

Summary
A Arte de Apreciar a Arte
Article Name
A Arte de Apreciar a Arte
Description
O Artista Plástico e Psicanalista Henrique Vieira Filho, nesta crônica bem humorada, conta como o contraste em apreciar calmamente as obras menos populares no Louvre versus o desconforto de tentar aproximar-se da Monalisa, tornou-o defensor caloroso do Movimento Slow Art, do qual é o representante oficial no Brasil.
Author
Publisher Name
Galeria HVF Artes
Publisher Logo
Henrique Vieira Filho - Artista Plástico e Terapeuta Holístico

Artista Plástico, Terapeuta Holístico, Escritor, Jornalista, Fotógrafo, Designer, Personal Trainer e Construtor.

Atualmente, gerencia a Galeria HVF Artes, onde desenvolve suas pinturas e fotografias em seu estúdio, localizado na região da Av Paulista e em recantos de natureza e turísticos pelo mundo.

Como Terapeuta Holístico, atende com técnicas orientais, psicanálise, essências florais, ervas, terapia corporal, relaxamento, análise de sonhos, vivências e cursos.

X
X